Análise de dados e estratégias assertivas marcam palestras do Fórum ABCOMM 2019

18 de outubro de 2019

 

Os cases de sucesso apontam para uma direção: o monitoramento e a análise de dados da concorrência e do público-alvo são essenciais para uma estratégia assertiva. Isso é o que nos mostra a 6º edição do Fórum ABCOMM, um dos eventos mais importantes para o segmento de e-commerce e marketing digital do país. O evento, realizado na última quinta-feira (17), reuniu as melhores tendências, novidades e referências sobre esse universo em um dia inteiro de imersão no Teatro Unisinos. Realizado pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) em parceria com a WebGlobal, o ciclo de palestras contou com uma seleção de 20 especialistas. Confira os pontos mais marcantes: 

A abertura do evento ficou por conta da jornalista Mauren Motta. Ela apresentou o case Conexões RS que, atualmente, reúne mais de 150 mil pessoas. O projeto atua com o objetivo de impulsionar a divulgação das marcas e empresas participantes. De acordo com ela, é importante ter cuidado com a forma como a marca se comunica e se expõe nas redes sociais, além de se questionar sobre quais valores se pode agregar à marca. “A reputação é construída a partir da percepção que a marca causa”, afirma Mauren. 

A palestra de Viviane Regadas, Head of Sale da PagBrasil, trouxe um dado importante: hoje, o Brasil conta com 45 milhões de desbancarizados. O que significa que, a cada três brasileiros, um não possui conta bancária. Esse público, no entanto, movimenta R$ 817 bilhões ao ano e, independente das suas particularidades, ele quer comprar online. 

Essa ideia de que o desbancarizado não é o público da sua empresa precisa ser revisto, pois ele pode não ter encontrado, ainda, uma forma de ser atendido no mundo online”, pontua. Considerando esse cenário, a palestrante apresentou o case do Boleto Flash e do PEC Flash, desenvolvidos especialmente para o mercado de e-commerce. As facilidades variam desde a possibilidade de pagamento em dinheiro até a confirmação do pagamento em menos de uma hora. 

Com a palestra “Como a informação pode ajudar a sua empresa a crescer”, Mauricio Cardoso, CEO da WebGlobal, responde à pergunta que não quer calar: vale a pena vender na internet? De acordo com ele, o Data Driven Business nos dá a resposta. “O conceito consiste em tomar decisões e dirigir o seu negócio a partir da informação”, pontua. 

A despeito da crise econômica do país, o e-commerce segue crescendo e, hoje, o Brasil já é o país com maior faturamento em vendas da América Latina, nesse segmento. Seguindo essa lógica, o CEO destaca a importância do levantamento e interpretação de dados para minimizar as chances de erro. “Quase todos os meus cases de sucesso foram baseados na tentativa e erro, fundamentados em informação privilegiada”. 

 

 

“Excelência no atendimento e SAC 3.0” foi o assunto da palestra do Head of Costumer Experience, da ComSchool, Levi Lopes. De acordo com ele, o principal motivo para se investir em atendimento de qualidade é garantir que a empresa não perca dinheiro: só em 2019, as companhias brasileiras perderam R$ 400 bi por atenderem mal. “Mais do que nunca, precisamos ter um mindset de atendimento e experiência do cliente. Atendimento não é departamento e sim cultura da empresa”, destaca. Levi também reforçou a importância da atenção ao feedback do cliente, usando os retornos para, inclusive, melhorar a estratégia de encantamento. 

Ludmila Carrara, Executiva Comercial da LATAM CARGO, falou um pouco sobre o transporte aéreo, que tem ganhado espaço no mercado de e-commerce. Segundo ela, apostar nesse formato é uma alternativa e uma facilidade para que marcas de pequeno, médio ou grande porte possam vender em outras regiões também. “Nós trabalhamos com três guias: ter segurança nos nossos procedimentos, ser atencioso com nossos pares e clientes e ser eficiente nas nossas operações”, ressalta. 

“Maneiras simples e eficientes para alavancar o faturamento da sua loja virtual” foi o assunto da palestra de Galleger Ilhe, Diretor Comercial da BIS2BIS. Ele defende que toda decisão tomada no e-commerce deve ser orientada por indicadores que mostram o caminho. Mas, como fazer isso? Galleger apresenta ferramentas para análise de dados, análise de plataforma e análise de layout e usabilidade. “Essas ferramentas trazem um diferencial para sua operação, pois pautar uma decisão apenas pela intuição é fechar os olhos para dados reais”

A Diretora Integrações da Dinamize, Carolina Branchi, trouxe soluções para quem deseja utilizar a automação de marketing para aumentar as vendas. Na fala, ela abordou as etapas do inbound marketing, desmistificando a ideia de que é simples implementar essa estratégia de comunicação. A palestrante também trouxe cases de marcas que utilizam de forma estratégica e inteligente esses recursos. “É muito mais barato fidelizar do que atrair clientes novos”, pontua. 

Flavia Marcon, Gerente de Marketplace na MAGALU, falou sobre como o marketplace potencializa suas vendas. Por meio do case da Magalu, ela mostrou a importância do marketplace ter uma operação multicanal e estar sempre se atualizando. “O marketplace faz marketing para você, ele precisa trazer para você uma nova demanda de compradores, precisa atrair novos clientes que não comprariam na sua loja”. Ela aborda ainda, os Cinco Segredos dos Sellers que mais vendem na Magalu: pessoas, mix de margem e marketing, eficiência logística, qualidade no atendimento e cultura de dados ou metas. 

“Indústria e organizações B2B no online: oportunidades além do e-commerce”: esse foi tema abordado por Eduardo Oliveira, CEO da F1 Commerce. Ele defende a importância de olhar para o seu negócio e perceber oportunidade no que pode ser transferido para o online. Com esse olhar, então, é possível iniciar processos conhecidos e reconhecidamente deficitários antes de partir para o 100% novo. “Ativação de clientes inativos, facilitar pedidos de reposição e atender o cliente como ele quer ser atendido são pontos estratégicos que darão um diferencial para o negócio”

O Especialista em Parcerias e Novos Negócios SMB na VTEX, Pedro Pessanha, apresentou formas de como escalar as vendas online. Para ele, é necessário que as empresas entendam que o digital deixou de ser uma novidade, algo experimental ou alternativo, e que faz parte do nosso contexto social. “Ser escalável é multiplicar o seu atendimento sem aumentar o seu custo, mas, também, é ser aberto a mudanças”, pontua.

“Não tem atalho em Social Media”, é o que afirma Melissa Lesnovski, Diretora de Inovação da Agência Aldeia. Ela defende a utilização de ferramentas para entender o público-alvo e as personas da marca. Ou seja, fazer as perguntas certas, levantar dados e analisar para interpretar: o que temos para vender? O que o consumidor procura? O que o consumidor fala e pensa? “Estratégia igual a do concorrente não é estratégia, dicas não salvam uma estratégia ruim, conheça seu público para construir sua presença”

Sócio Fundador do Canal Brasil Paralelo, Henrique Viana, apresentou o case da plataforma que oferece educação política e historiográfica do país. Ele conta como a marca iniciou até chegar ao ponto em que está hoje, fornecendo um conteúdo rico em um formato acessível e atrativo: séries e documentários cinematográficos. Para a construção dos conteúdos, ele afirma ter que revisitar toda a história do país. “No estudo, precisamos desenvolver um mix entre termos a sensibilidade de entender o que o seu público quer e o que ele precisa”, comenta. 

Além das palestras, o Fórum ABCOMM 2019 contou com o painel “Elas no e-commerce: a vez dos produtos digitais”, com a participação de Ana Gehring (@vaginasemneura), Juliana Ferreira (Insta na Prática) e Raquel Quartiero (@raquelquartiero) e moderação de Nalu Dorscheid, Diretora da Inncomun Agência de Marketing , que deu destaque para a ascensão dos infoprodutos. O painel “Startups e o e-commerce”, moderado por Michel Costa, do ExoHub, e participação de Renata Chemin (Polen), Simone Menda (Eu amo papelão) e Juliano Murlick (Triider), falou de estratégias assertivas e cases de sucesso na área. E, fechando o evento, o painel “Dicas práticas para aplicar amanhã mesmo no seu e-commerce”, que contou com a participação de Cássio Weber (Grupo Herval), Guilherme Gazaro (Multisom), Germando Fiss (Frigelar) e moderação de Paula Damiani, gestora de e-commerce. 

 

O fórum foi um sucesso e reuniu cerca 400 pessoas.

 

Laísa Mendes Autor

Laísa é redatora de conteúdo na WebGlobal. Graduada em jornalismo, considera a escrita uma ferramenta capaz de transformar pessoas e comunidades.

Deixe seu comentário

Seu email não sera publicado. Campos com * são obrigatórios.